Noticias do SLB

 

Na sua deslocação a coimbra demonstrou mais uma vez que o jogo é para jogar até ao

ultimo segundo.

 

Benfica

Benfica «passa» em Coimbra

O Benfica venceu a Académica por 3-1 e está agora a um ponto de distância do líder FC Porto, que recebe este domingo o V. Setúbal. Académica esteve em vantagem e não merecia «castigo» tão pesado, mas duas «fífias» do guarda-redes Ricardo, nos últimos minutos, deitaram tudo a perder…

O Benfica apresentou-se com David Luiz, Nuno Assis e Di Maria, três regressos à titularidade, enquanto Cristian Rodriguez e Maxi Pereira, que estiveram ao serviço da selecção uruguaia, foram poupados por Camacho, a pensar certamente nos dois próximos e importantes embates: quarta-feira com o AC Milan, na Luz, para a Liga dos Campeões; sábado, também na Luz, com o FC Porto, para a Liga portuguesa. Petit, jogador influente, estava no banco, mas entrou aos 60 m, rendendo Katsouranis. Um regresso, após longa ausência por lesão, falta-lhe ainda ganhar ritmo competitivo.
O Benfica entrou bem, a jogar a bom ritmo e bem aberto nos flancos, com Rui Costa a empunhar a batuta no meio campo. Mas a lesão de Nuno Assis, logo aos quatro minutos (carga dura de Pavlovic), complicou a estratégia de Camacho, que fez entrar Cardozo para o seu lugar, derivando Rui Costa para o flanco direito. O Benfica ficou sem o «seu» organizador de jogo por excelência e as «coisas» ficaram mais fáceis para a Académica, que chegou ao golo aos 24 m, através de Lito, na sequência de livre apontado por N´Doye. Dois minutos volvidos, o Benfica podia ter empatado, mas Di Maria rematou à barra, com Ricardo batido. Na recarga, Nuno Gomes falhou o golo. O Benfica não baixou os braços e igualou o marcador aos 33 m, por Rui Costa, após a marcação de um livre, por Di Maria.
Estava tudo em aberto para a segunda parte. A Académica, que hoje surgiu com Ricardo na baliza, em detrimento de Pedro Roma, enquanto Vouho rendeu Joeano e Ivanildo ocupou o lugar de Miguel Pedro, surgiu a jogar de igual para igual na segunda parte, disposta a discutir o resultado, ainda mais depois de Domingos ter rendido Vouho por Joeano (59 m). Jogava-se em toada de parada e resposta, até ao momento em que Camacho fez entrar Freddy Adu para render Nuno Gomes (62 m). Rui Costa regressou ao «miolo», Adu foi posicionar-se no flanco direito (onde reside a grande pecha do Benfica…) e as «coisas» melhoraram, mas a Académica mostrava-se disposta a discutir o jogo, agora mais lento. Porém, nos últimos cinco minutos, o guarda-redes Ricardo, em dois lances infelizes, deitou tudo a perder, permitindo que o Benfica construísse um resultado exagerado, face ao que se passou durante os 90 minutos.

Estádio Cidade de Coimbra
Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria)
ACADÉMICA – Ricardo; Nuno Piloto, Litos, Kaká e Pedro Costa; Paulo Sérgio e Pavlovic (Hélder Barbosa, 88 m); Lito, N´Doye e Ivanildo (Miguel Pedro, 46 m); Vouho (Joeano, 59 m).
BENFICA – Quim; Luís Filipe, Luisão, David Luiz e Léo; Katsouranis (Petit, 60 m) e Binya; Nuno Assis (Cardozo, 10 m), Rui Costa e Di Maria; Nuno Gomes (Freddy Adu, 62 m).
Ao intervalo: 1-1
Golos: 1-0, Lito (24 m); 1-1, Rui Costa (33 m); 1-2, Luisão (85 m); 1-3, Freddy Adu (90 m).
Resultado final: 1-3
Cartão amarelo a Katsouranis, Vouho, Luisão, Paulo Sérgio, N´Doye e Ricardo.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s